CREAS

 

Saiba mais sobre o: CREAS – Centro de Referência Especializado de Assistência Social

O CREAS oferta serviços especializados e continuados a famílias e indivíduos em situação de ameaça ou violação de direitos (violência física, psicológica, sexual, tráfico de pessoas, cumprimento de medidas socioeducativas em meio aberto etc.), tendo como foco a família e a situação vivenciada e o acesso da família a direitos socioassistenciais, por meio da potencialização de recursos e capacidade de proteção.

O CREAS deve, ainda, buscar a construção de um espaço de acolhida e escuta qualificada, fortalecendo vínculos familiares e comunitários, priorizando a reconstrução de suas relações familiares. Dentro de seu contexto social, deve focar no fortalecimento dos recursos para a superação da situação apresentada.

As ações devem ser articuladas com a rede de serviços da assistência social, órgãos de defesa de direitos e das demais políticas públicas. A articulação no território é fundamental para fortalecer as possibilidades de inclusão da família em uma organização de proteção que possa contribuir para a reconstrução da situação vivida.

QUAIS OS SERVIÇOS OFERECIDOS NO CREAS?

  • Serviço de Proteção e Atendimento Especializado a Famílias e Indivíduos – PAEFI;
  • Serviço de Proteção Social a Adolescentes em Cumprimento de Medidas Socioeducativas de Liberdade Assistida (LA) e Prestação de Serviço à Comunidade (PSC);
  • Serviço de Proteção Social Especial para pessoas com deficiência, idosas e suas famílias;
  • Serviço Especializado em Abordagem Social.

A QUEM SE DESTINA

  • PAEFI: famílias e indivíduos que vivenciam violações de direitos;
  • MSE: adolescentes de 12 a 18 incompletos ou jovens de 18 a 21 anos, em cumprimento de Medidas Socioeducativas de Liberdade Assistida (LA) e Prestação de Serviço à Comunidade (PSC), aplicada pela justiça da infância e da juventude ou na ausência desta, pela vara civil correspondente e suas família;
  • Serviço de proteção social especial para pessoas com deficiência, idosas e suas famílias: Pessoas com deficiência e idosas com dependência, seus cuidadores e familiares.

OBJETIVOS:          

Paefi

  • Contribuir para o fortalecimento da família no desempenho de sua função protetiva;
  • Processar a inclusão das famílias no sistema de proteção social e nos serviços públicos, conforme necessidades;
  • Contribuir para restaurar e preservar a integridade e as condições de autonomia dos usuários;
  • Contribuir para romper com padrões violadores de direitos no interior da família;
  • Contribuir para reparação de danos e da incidência de violação de direitos;
  • Prevenir a reincidência de violações de direitos.

MSE

  • Realizar acompanhamento social a adolescentes durante o cumprimento de medidas socioeducativas de LA e de PSC e sua inserção em outros serviços e programas socioassistenciais e de políticas públicas setoriais;
  • Criar condições para a construção/reconstrução de projetos de vida que visem à ruptura com a prática de ato infracional;
  • Estabelecer contratos com o adolescente a partir das possibilidades e limites do trabalho a ser desenvolvido e normas que regulem o período de cumprimento da medida socioeducativa;
  • Contribuir para o estabelecimento da autoconfiança e a capacidade de reflexão sobre as possibilidades de construção de autonomias;
  • Possibilitar acessos e oportunidades para a ampliação do universo informacional e cultural e o desenvolvimento de habilidades e competências;
  • Fortalecer a convivência familiar e comunitária.

Proteção social para pessoas com deficiência, idosas e suas famílias:

  • Promover a autonomia e a melhoria da qualidade de vida de pessoas com deficiência e idosas com dependência, seus cuidadores e suas famílias;
  • Desenvolver ações especializadas para a superação das situações violadoras de direitos que contribuem para a intensificação da dependência;
  • Prevenir o abrigamento e a segregação dos usuários do serviço, assegurando o direito à convivência familiar e comunitária;
  • Promover acessos a benefícios, programas de transferência de renda e outros serviços socioassistenciais, das demais políticas públicas setoriais e do Sistema de Garantias de Direitos;
  • Promover apoio às famílias na tarefa de cuidar, diminuindo a sua sobrecarga e utilizando meios de comunicar e cuidar que visem à autonomia dos envolvidos e não somente cuidados de manutenção;
  • Acompanhar o deslocamento, viabilizar o desenvolvimento do usuário e o acesso a serviços básicos como: bancos, mercados, farmácias, etc., conforme necessidades;
  • Prevenir situações de sobrecarga e desgaste de vínculos provenientes da relação de prestação/demanda de cuidados permanentes/prolongados.

UNIDADE EM DEODÁPOLIS:

CREAS Centro de Referência Especializado de Assistência Social

AV: Francisco Alves da Silva n – 063

Tel.: (67) 3448-2969

creasdeodapolis@gmail.com